Celulite

  • 0
  • 14 de junho de 2013
blog_celulite

Você já fez mil tratamentos estéticos e a celulite insiste em permanecer? Talvez o problema esteja na alimentação.

É uma patologia tipicamente feminina, uma desorganização vascular e bioquímica da derme e do tecido subcutâneo. É também conhecida como lipoesclerose ou ainda como fibro-edema-gelóide.

Celulite não tem cura, mas tem solução

A celulite é o pesadelo de milhares de mulheres no mundo. Segundo a dermatologista Carla Tamler, da Beaux, praticamente nenhuma mulher está imune aos temíveis furinhos. “Em média 85% a 98% das mulheres possuem celulite.

O grande problema da celulite é o edema causado pelo aumento do tecido adiposo superficial que fica próximo à derme e a gelificação da SAF ( Substância Amorfa Fundamental ) que causa estase ( esfriamento local, edema e fibrose).

A celulite não tem obrigatoriamente relação com o excesso de peso e não deve ser confundida com obesidade, pois pessoas magras também tem celulite. .

A celulite se localizada nos quadris, coxas, glúteos podendo aparecer no abdome, braços e parte interna dos joelhos causando uma dificuldade no bom funcionamento da circulação venosa e linfática.

O tecido gorduroso corresponde a 20% do peso do individuo e o aumento deste tecido próximo à derme causa a projeção dos adipócitos para a pele, compressão dos vasos e consequentemente a celulite.

Celulite e a alimentação

Você já fez mil tratamentos estéticos e a celulite insiste em permanecer? Talvez o problema esteja na alimentação.
Além da genética, das alterações do hormônio estrógeno e da falta de exercício, a celulite é agravada pela dieta desregrada. Por isso, a primeira providência é cortar os carboidratos refinados (doce, macarrão e pão feitos com farinha branca) e os produtos carregados de gorduras saturados e trans.

Para ajudá-la a suavizar os furinhos nas coxas, nos culotes e no bumbum a nutróloga elaborou uma lista com alguns alimentos que podem combater a celulite.

Aipo
Este vegetal possui propriedades laxantes, diuréticas e digestivas. Seus hormônios vegetais e seus óleos essenciais são também muito benéficos na luta contra os furinhos. Ramo de aipo também reduz o apetite e elimina alguns dos açúcares e gorduras nas fezes.

Algas
Fonte de iodo equilibra o trabalho da glândula tireóide, evitando flutuações hormonais.

Berinjela
Com baixa caloria, a berinjela pode absorver em suas fibras a gordura presente na refeição e capturar em suas fibras, impedindo, assim, lipídios no sangue.

Cebola
O vegetal reduz os níveis de glicose no sangue e ativa a eliminação das gorduras. Combate à celulite e excesso de água. Cebola também elimina toxinas e, portanto, permite a purificar o corpo.

Arroz integral
Contêm fibras, vitaminas do complexo B e minerais (magnésio e cromo), favorecendo a digestão do açúcar e o funcionamento do intestino.

Abacaxi
Seu fruto e seu caule contêm substâncias que desinfiltram os tecidos e reduzem a retenção de água. Com zero em lipidio, o abacaxi ajuda a combater a celulite.

Aveia
Rica em silício reorganiza as fibras de sustentação da pele e previne a formação dos furinhos.

Maçã
Fonte de pectina, um tipo de fibra que neutraliza as toxinas presentes no organismo.

About

Leave a Reply